Ocupação e urbanização dos cerrados: desafios para a sustentabilidade

(Occupation and urbanization of the cerrado: challenges to sustainability)
Autor(es): Aristides Moysés, Eduardo Rodrigues da Silva

Referência Geográfica: Brasília, Goiás
Ano: 2008
Nº: 20

PDF Clique aqui para baixar este artigo


Palavras-chave: ocupação dos cerrados; commodities; Centro-Oeste; concentração urbana; desenvolvimento regional.
Keywords: occupation of the cerrado; commodities; Brazilian Central-West region; urban concentration; regional development.

Resumo
Os Cerrados do Centro-Oeste continuam ameaça dos pela ocupação de seu solo com produtos exportáveis, determinantes, a partir de 1970, para o desenvolvimento da região. A produção de commodities substituiu a vegetação natural por soja, milho, sorgo e pastagens e estas não alimentam os lençóis freáticos dos cerrados, afetando mais de 300 cursos d’água. São dois momentos distintos dessa ocupação: de 1970 a 1980, período em que as transformações econômicas impuseram um processo de ocupação perversa ao bioma cerrado; na década de 1990, os efeitos dessa ocupação se manifestam de forma mais contundente, provocando um processo de concentração urbana de grandes proporções.

Abstract
The Cerrado (Woodland Savanna) of Brazil’s Central-West region continues threatened as a result of the occupation of its soil by exportable products, which have been fundamental, from 1970 onwards, to the development of the region. The production of commodities replaced the natural vegetation with soy beans, maize, sorghum and pastures, which do not feed the ground waters of the Cerrado, affecting more than 300 watercourses. Two distinct moments marked the occupation of the Central-West region: the 1970-1980 period, when the economic transformations imposed a process of perverse occupation on the biome, as a result of agriculture and farming modernization, and the decade of 1990, when the effects of this occupation, associated with the transformations provoked by globalization, manifested themselves more strongly, leading to an extensive process of urban concentration.