Elementos para uma sociologia dos espaços edifcados em cidades: o “Conic” no Plano Piloto de Brasília

(Elements for the sociology of constructed spaces in cities: the "Conic" in Brasilia's Pilot Plan)
Autor(es): Brasilmar Ferreira Nunes

Referência Geográfica: Brasília
Ano: 2009
Nº: 21

PDF Clique aqui para baixar este artigo


Palavras-chave: Brasília; Conic; edifícios urbanos; sociabilidades urbanas; espaço construído e sociedade.
Keywords: Brasília; Conic; urban constructions; urban sociability; constructed space and society.

Resumo
O presente artigo procura discutir a relação do espaço construído e sociedade tomando como referência o Plano Piloto de Brasília e o seu Setor de Diversões Sul – SDS/Conic. Partindo da existência de múltiplas determinações na dinâmica da cidade, procura analisar a relação entre os usos de um centro comercial na área tombada de Brasília, o perfil dos seus usuários que em princípio se chocam com a proposta original de um ambiente mais sofisticado. Procura mostrar que a cidade - enquanto um fenômeno dinâmico - modifica propostas originais do planejamento e se adapta às necessidades de seus habitantes, numa estreita relação espaço e sociedade, de tal maneira que sociabilidades heterogêneas se articulam com espaços construídos heterogêneos. Mostra ainda que o Conic contribui para tornar a área tombada do Plano Piloto uma área urbana, na perspectiva sociológica: variada, densa e socialmente heterogênea.

Abstract
This paper tries to discuss the relationship between constructed space and society, using as reference the Pilot Plan for Brasília and its Setor de Diversões Sul (SDS-Conic – South Entertainment Sector). Starting from the existence of multiple determinations in the city’s dynamics, we try to analyze the relations between the uses of a commercial center in the listed area of Brasilia and the characteristics of its users which, in principle, collide with the original proposal for a more sophisticated environment. Also, we try to show that the city, as a dynamic phenomenon, modifies the original planning proposals and adapts to its inhabitants’ needs, in a narrow space/society relation, in such a way that heterogeneous sociabilities articulate with heterogeneous constructed spaces. Finally, we try to show that the Conic contributes to make the listed area of the Pilot Plan an urban area, in the sociologic perspective: varied, dense and socially heterogeneous.