As desigualdades fontes de dinâmicas urbanas no centro histórico de Lisboa

(Inequalities as sources of urban dynamics in the historic center of Lisbon)
Autor(es): Jacques Galhardo

Referência Geográfica: Portugal
Ano: 2014
Nº: 32

PDF Clique aqui para baixar este artigo


Palavras-chave: centro histórico; desigualdades; gentrification; Lisboa; agentes públicos.
Keywords: old center; inequality; gentrification; Lisbon; public actors.

Resumo
O centro histórico de Lisboa tornou-se, nos anos 1980, ponto fulcral para os agentes públicos locais que tentam torná-lo vitrine da capital e um dos motores das dinâmicas urbanas. Diferentemente do que foi escrito pelos anglo-saxões nos anos 1960, o enobrecimento socioespacial não aparece como objetivo. Pelo contrário, as políticas públicas procuram claramente manter e ajudar as populações instaladas nos bairros históricos da capital. Esse esforço está patente nas estatísticas ou nas próprias desigualdades persistentes, observadas nesse espaço. Longe de ser uma barreira, parece pelo contrário que essas políticas são um dos motores das dinâmicas em centro histórico.

Abstract
In the 1980s, the historic center of Lisbon became a major challenge for local public actors who have tried to make it the window of the capital city and one of the drivers of the urban dynamics. Unlike what was described by the Anglo-Saxons in the 1960s, socio-spatial gentrification never appears as a goal. Instead, public policies clearly seek to maintain and help the long-established population in the historic neighborhoods of the capital city. This effort is reflected in the statistics or in the persistent inequalities observed in the territory. Far from being a handicap, it seems that these policies are a driving force of the urban dynamics in the old city center.