Eixos: novo paradigma do planejamento regional? Os eixos de infraestrutura nos PPA ́s nacionais, na Iirsa e na macrometrópole paulista

(Axes: a new paradigm of regional planning? Infrastructure axes in the national PPAs, in the Iirsa and in the macrometrópole paulista)
Autor(es): Jeferson Cristiano Tavares

Referência Geográfica: São Paulo
Ano: 2016
Nº: 37

PDF Clique aqui para baixar este artigo


Palavras-chave: eixos; planejamento regional; PPA; Iirsa; macrometrópole paulista.
Keywords: axes; regional planning; PPA; Iirsa; macrometrópole paulista.

Resumo
O objetivo deste artigo é problematizar a organização territorial interescalar baseada nos eixos de infraestrutura propostos pelo poder público, entre 1995 e 2015. Sua análise está fundamentada no referencial teórico que demonstra as relações entre (re)estruturação produtiva e organização do território (Logan e Molotch, 1987; Scott, 1998; Brenner, 2010). Foram eleitas, como objetos de estudo, as ações planejadoras propostas pela iniciativa pública, no âmbito federal: os planos plurianuais e seus respectivos programas; no âmbito continental: os planos e propostas da Iirsa; e no âmbito estadual: o Plano de Ação da Macrometrópole Paulista (PAM 2013-2040). As conclusões do artigo apontam para um protagonismo em curso do Eixo como elemento estruturador da organização territorial nas suas diferentes escalas orientado pelos preceitos de integração, conectividade e competitividade.

Abstract
Our goal is to discuss inter-scalar territorial organization based on the infrastructure axes proposed by the government between 1995 and 2015. Our analysis is grounded on the theoretical framework that shows the relationship between (re)structuring of production and territorial organization (Logan; Molotch, 1987; Scott, 1980; Brenner, 2010). We chose to study planning actions proposed by public initiative. At the federal level: the PPAs and their programs; at the continental level: the plans and proposals of the Iirsa; and at the state level: the Plano de Ação da Macrometrópole Paulista (PAM 2013-2040). Our findings point to the ongoing leading role of the Axis as a structuring element of territorial organization in its different scales, guided by the principles of integration, connectivity and competitiveness.