Urban politics in Brazil and the US: state, economic actors and local development scenarios

(Política urbana no Brasil e Estados Unidos: Estado, atores econômicos e cenários de desenvolvimento local)
Autor(es): Nelson Rojas de Carvalho

Referência Geográfica: Estados Unidos
Ano: 2017
Nº: 39

PDF Clique aqui para baixar este artigo


Palavras-chave: state; economy; local development; urban theory.
Keywords: Estado; economia; desenvolvi- mento local; teoria urbana.

Resumo
O presente artigo explora modalidades diversas de articulação entre mercado e estado em unidades subnacionais no Brasil e nos EUA e infere daí os cenários mais ou menos favoráveis a políticas de desenvolvimento em âmbito local. Partindo de enfoque centrado no Estado, o artigo chama a atenção para os desincentivos à organização e ao engajamento cívico dos atores econômicos no Brasil, no plano subnacional, como efeito de determinadas gramáticas institucionais, como o clientelismo e o corporativismo. Chama a atenção para o fato de a atrofia organizacional dos atores econômicos no Brasil, em âmbito local, limitar a aplicação das teorias urbanas inspiradas pela economia política norte-americana, como a teoria dos regimes urbanos e a teoria das máquinas de crescimento.

Abstract
This paper analyses different patterns of articulation between market and state in subnational units in Brazil and the US, and forecasts scenarios that are more or less prone to enhancing development policies locally. Based on a state-centered perspective, the paper argues that institutional grammars such as clientelism and corporatism produce disincentives to the organization and civil engagement of economic actors in Brazil, in the subnational level. The paper stresses that the organizational atrophy of economic actors in Brazil, at the local level, limits the use of urban theories inspired by the North American political economy, such as urban regime and growth machine theories.