Caminhos e descaminhos da macrometrópole paulista: dinâmica econômica, condicionantes externos e perspectivas

(Paths and detours of the São Paulo Macrometropolis: economic dynamics, external determinants and perspectives)
Autor(es): Alexandre Abdal, Caio César Ferreira de Macedo, Gabriel Almeida Antunes Rossini, Ricardo Carlos Gaspar

Referência Geográfica: São Paulo
Ano: 2019
Nº: 44

PDF Clique aqui para baixar este artigo


Palavras-chave: Macrometrópole Paulista; Região Metropolitana de São Paulo; indústria; desindustrialização
Keywords: São Paulo Macrometropolis (MMP); Metropolitan Region of São Paulo; industry; deindustrialization

Resumo
O presente artigo aborda aspectos econômicos relevantes do aglomerado urbano que constitui a Macrometrópole Paulista (MMP). Primeiramente, identificamos as principais dinâmicas associadas à globalização e as suas manifestações em São Paulo. Em seguida, discutimos o acidentado percurso do desenvolvimento brasileiro nas últimas décadas, com ênfase nas pressões que pesam sobre a indústria nacional, o que significa caracterizar o contexto mais geral no qual a MMP está inscrita. Posteriormente, situamos a MMP na trajetória recente da economia brasileira e analisamos o seu desempenho industrial com os decorrentes impactos territoriais. Concluímos avaliando a economia paulista em face dos desafios contemporâneos, salientando o papel do Estado nacional na implementação de políticas regionais capazes de estimular um desenvolvimento mais equilibrado no conjunto do território do País.

Abstract
The present article discusses relevant economic aspects of the urban agglomerate that constitutes the so-called Macrometrópole Paulista - MMP (São Paulo Macrometropolis). First, we identify the main dynamics associated with globalization and its manifestations in São Paulo. Then, we analyze the problematic route of Brazilian growth in the last decades emphasizing pressures on the national industry, which means we characterize the more general context where the MMP is inserted. Subsequently, we situate the MMP in the recent trajectory of the Brazilian economy and analyze its industrial performance and the consequent territorial impacts. Finally, the concluding remarks evaluate São Paulo’s economy in view of contemporary challenges, highlighting the national State’s role of implementing regional policies in order to stimulate a more balanced territorial development in the whole country.