A questão metropolitana

(The metroplolitan question)
Autor(es): Fabiana Dias

Referência Geográfica: Rio de Janeiro
Ano: 2005
Nº: 14

PDF Clique aqui para baixar este artigo


Palavras-chave: questão metropolitana; bacia hidrográfica; planejamento metropolitano; sustentabilidade e gestão metropolitana.
Keywords: metropolitan question; river basin; metropolitan planning; sustainability and metropolitan management.

Resumo
O tema central deste trabalho é a discussão da questão metropolitana com base na análise de duas unidades territoriais de planejamento e gestão urbana e ambiental: a região metropolitana e a bacia hidrográfica. A inclusão da unidade ambiental de bacia hidrográfica na gestão e planejamento metropolitanos traz uma nova possibilidade de pensar a questão metropolitana, pois incorpora a dimensão ambiental na gestão do território metropolitano e reconhece a interligação das dinâmicas territoriais/ambientais e sociais, tratando conjuntamente temas como: habitação, meio ambiente, saneamento, sistema viário e uso do solo, e facilitando a otimização dos recursos em seu planejamento, execução e gestão. Assim, acreditamos que a articulação entre o viés urbano e ambiental aponta um caminho pertinente na busca de alternativas para os problemas socioambientais e urbanos.

Abstract
The central subject of this research study is the discussion of the metropolitan question through the analysis of two territorials units of urban and environmental planning and management: the metropolitan region and the river basin. The inclusion of the river basin environmental unit in the metropolitan management and planning brings a new possibility to think the metropolitan question, as it incorporates the environmental dimension into the metropolitan territory and recognizes the interconnection between the territorial/ environmental and social dynamics. Furthermore, subjects like housing, environment, sanitation, transport system and soil use can be dealt with together, facilitating resources optimization in its planning, accomplishment and management. In this way, we believe that the articulation between the urban and the environmental dimensions provides an appropriate course to search for some alternatives to social, environmental and urban problems.