Espaço metropolitano, política e economia global

(Metropolitan space, politics and global economy)
Autor(es): Ricardo Carlos Gaspar


Ano: 2005
Nº: 14

PDF Clique aqui para baixar este artigo


Palavras-chave: Estado-nação; nova geografia do poder mundial; cidades globais; estruturas institucionais; escalas espaciais; políticas regionais de desenvolvimento.
Keywords: Nation-State; new geography of world power; global cities; institutional structures; spatial scales; regional development policies.

Resumo
A urbanização acelerada e as mudanças tecnológicas verificadas nas últimas décadas estão produzindo uma nova geografia de poder no mundo, com centros metropolitanos e regiões assumindo crescente importância na economia e política globais. O presente artigo aborda essas transformações, postulando que a ênfase nos governos locais e nos espaços urbanos não significa que o Estado-nação tenha perdido sua centralidade, pois é ele a instância de poder decisiva para dar suporte e sustentabilidade às estratégias regionais e locais de desenvolvimento. A retomada da capacidade de ação do Estado nacional e das esferas públicas de governabilidade em todas as escalas geográficas – da local à global – é por fim destacada como condição para o desenvolvimento socioeconômico integral, no Brasil ou no sistema-mundo.

Abstract
The fast course of urbanization and technological changes that occurred throughout the last decades are creating a new geography of power in the world, in which large cities and regions gain increasing importance at global economic and political levels. The present article examines those transformations, arguing that the focus on local governments or urban spaces does not necessarily mean that Nation-States are losing importance. Despite all changes, they remain the fundamental support for regional policies, hence giving sustainability to local development strategies. To restoration capacity of the Nation-State, and also of the different public spheres of governance at every geographic scale – from local to global – is highlighted here as requirement towards comprehensive economic development with social inclusion, either in Brazil or in the World-System.