Migrações com desemprego: injustiça social na con? guração socioespacial urbana

(Migrations with unemployment: social injustice in the socio-spatial urban con? guration)
Autor(es): Aldo Paviani

Referência Geográfica: Brasília
Ano: 2007
Nº: 17

PDF Clique aqui para baixar este artigo


Palavras-chave: migrações; desemprego; desperdício de mão-de-obra; políticas urbanas; Brasília.
Keywords: migration; unemployment, multidisciplinary approach, waste of labor and brains, urban policy, Brasilia.

Resumo
Trabalho, desemprego e migrações estão interligados em teoria e na vida real, independentemente do meio geográfico em que acontecem. Para abarcar toda a complexidade dessas temáticas, têm precedência enfoques inter e multidisciplinares. Revestem-se de interesse especial para urbanistas, geógrafos, sociólogos, arquitetos, juristas, etc. Mobilidade espacial e desemprego ocasionam impactos sobre o espaço, no meio rural ou urbano. Será importante avaliar o tributo que a sociedade paga pelo desemprego, que gera migrações sem inserção no mercado de trabalho. Em adendo, isso pode ser traduzido por desperdício de mão-de-obra e força de trabalho humano, que afeta principalmente os países subdesenvolvidos devido ao fato de os respectivos mercados de trabalho não estarem convenientemente organizados. A abordagem empírica será realizada com o caso de Brasília, DF.

Abstract
Labor, unemployment and migration are linked in theory and in reality, regardless of their geographic environment. A multidisciplinary approach is required to advance our understanding of these topics. In fact, urbanists, geographers, sociologists, architects, etc., are most interested in these processes. Both rural and urban environments suffer the impact of population mobility and unemployment. Thus, unemployment and migration become a burden to society, mainly because of lack of urban policies. In addition, this may translate into a waste of brainpower and human energy, affecting mostly undeveloped countries, due to the fact that their labor markets are not well organized. We will exemplify this taking Brasilia, the capital city of Brazil, as a case study.